Mario Jorge Bezerra, 62 anos, comerciante ou simplesmente ‘Banana’, como é conhecido popularmente no bairro da Glória e em boa parte da capital amazonense.

Mario Jorge Bezerra, ou simplesmente ‘Banana’, um dos grandes incentivadores do esporte no bairro da Glória

Um volante de marcação firme, estilo Dunga, capitão do tetracampeonato mundial da seleção brasileira, fez vários jogos no ‘Babaquara’, pelada tradicional no bairro da Glória, realizada no campo do Sul América desde os anos 80.

Idealizador de um dos mais importantes projetos esportivos do bairro, no dia 29 de novembro de 1989, na antiga quadra de esportes do bairro da Glória, teve início o projeto social Sele-Glória.

Ao longo de seus quase trinta anos, segundo Banana, mais de cinco mil pessoas passaram pelo projeto, que continua firme e forte na recém reformada quadra do bairro, Pelágio Sabino de Melo.

“A inauguração do projeto foi no dia 29 de novembro de 1989, na antiga quadra, que ficava entre a loteria e as lanchonetes. Estiveram presentes algumas autoridades, como o presidente da Câmara dos Vereadores, César Bonfim, o presidente da Assembleia Legislativa, Manoel do Carmo Chaves, o senhor Eduardo Marques e sua esposa, dona Jane, que sempre incentivou o projeto e muitas pessoas do bairro”. Disse.

Segundo Banana, a ideia de criar o projeto surgiu ao ver os jovens do bairro perambulando pelas ruas, sem opção para ocupar o tempo, após saírem da escola.

Professor Zezinho e professor Banana e uma das equipes infantil do Sele-Glória

“Os jovens do bairro estavam sem opção para ocupar o tempo, depois que saiam da escola, ficavam perambulando pelas ruas, há época eu trabalhava no SESC, e como sempre fui envolvido com o esporte durante minha juventude, criei esse projeto, para unir os jovens e dar uma oportunidade, não para formar atletas profissionais, mas formar cidadãos de bem e futuros pais de família”.

O projeto atendia os jovens do bairro da Glória e adjacentes, mas a grande maioria, era formado por jovens do Igapó e da ponte do Sul América (áreas que sofriam com as enchentes anualmente do bairro à época, hoje, Orla de São Raimundo).

O Sele-Glória participou de várias competições ao longo dos seus vinte e nove anos, conquistando vários títulos, em várias categorias, que variavam do Sub-12 ao Sub-17.

Uma das grandes equipes formadas pelo Sele-Glória na disputa do ‘Peladão’ de 2000

Entre as principais competições que disputou estão a Copa Rede Amazônica, o Peladão, o Peladinho, ficando em terceiro lugar em uma das edições, a Copa dos Bairros, entre outras.

No início, o projeto era voltado para jovens entre 10 e 17 anos. A partir dos anos 2000, foram formadas as categorias adultas masculino, feminino e máster.

Banana lembra que sempre teve apoio dos moradores e comerciantes do bairro para manter o projeto.

“Desde o início do projeto, sempre pude contar com o apoio da comunidade, dos amigos e dos comerciantes do bairro, como é o caso do Mário Banana, o mercadinho Casa Miranda, a Panificadora Ki-Pão, e o Eduardo Marques, além das secretarias Sejel e Semjel, que sempre colaboraram com nosso trabalho”.

Entre os vários atletas formados no projeto, alguns se destacaram dentro do esporte local, nacional e internacional, como é o caso de Marcelo Madona, 45, destaque no futebol internacional. O jogador fez tanto sucesso, que em 2003, já naturalizado espanhol, defendeu as cores da Fúria, na qual conquistou o Mundial da China.

O treinador lembra que até hoje recebe ligações de ex-atletas do projeto lhe agradecendo pela oportunidade.

Rafael Oliveira, melhor goleiro da Copa Projeto Sele-Glória de 2000

“O mais gratificante para mim, é receber ligações dos meus ex-atletas, pessoas do Igapó, do Beco do Carneiro, da Ponte do Sul América me ligam e agradecem pela oportunidade dada no projeto. A ideia deu tão certo que hoje tenho netos dessas pessoas participando. O Igapó, o Beco do Carneiro e a Ponte do Sul América eram um celeiro de bons jogadores, grandes atletas saíram de lá, formamos grandes equipes”. Continuou.

“Tínhamos uma base forte, inclusive alguns de nossos atletas fizeram parte do Glória, campeão amazonense de futsal em 2000 e do Unidos da Glória, campeão do Peladão em 2007. Entre os destaques estão Sidnei, Marcos ‘Coió, Rizomar, Cristian, Kermerson, Budy, Mauro entre outros, todos eles saíram do projeto e foram destaques no esporte”.

“Um dos momentos mais marcante do projeto, eram os campeonatos organizados pelo professor Banana, a rivalidade era muito forte e o resultado disso eram grandes jogos e muitos gols”. Relembra Rômulo Cavalcante, ex-atleta do projeto.

Em 2019 o projeto completa 30 anos e segue forte na quadra Pelágio Sabino de Melo, na praça do bairro da Glória

Os critérios adotados para participar do projeto é o aluno está devidamente matriculado, ter boas notas, ter a partir de dez anos de idade. O projeto é gratuito e funciona todos os sábados a partir das 8h, na quadra poliesportiva Pelágio Sabino de Melo, que está localizada na Avenida Presidente Dutra s/n, em frente ao estádio Ismael Benigno, a ‘Colina’.

Banana finaliza agradecendo primeiramente a Deus e a nossa senhora da Glória, pela saúde e por tudo de bom em sua vida e a todos que ao longo desses vinte e nove anos vem apoiando o projeto, aos ex-atletas que colaboram sempre que solicitados, aos amigos Eduardo Marques, Ceará, Miranda, Wilson, professor Jeremias e todos que direta ou indiretamente participam.

Rizoney Rocha

Alternativa Sports, valorizando esporte amazonense.

https://i0.wp.com/www.alternativasports.com/site/wp-content/uploads/2019/07/capa-2.jpg?fit=612%2C397&ssl=1https://i0.wp.com/www.alternativasports.com/site/wp-content/uploads/2019/07/capa-2.jpg?resize=150%2C150&ssl=1masterDestaquesFutebol AmadorMemória dos EsportesMario Jorge Bezerra, 62 anos, comerciante ou simplesmente ‘Banana’, como é conhecido popularmente no bairro da Glória e em boa parte da capital amazonense. Um volante de marcação firme, estilo Dunga, capitão do tetracampeonato mundial da seleção brasileira, fez vários jogos no ‘Babaquara’, pelada tradicional no bairro da Glória, realizada...Aqui você fica por dentro de tudo o que acontece no cenário esportivo amazonense, com vídeos, fotos e reportagens.   Com um trabalho feito através de nossas ferramentas de veiculação, levamos até você caro leitor o máximo de informações possível e valorização de nossos atletas em suas diversas modalidades trazendo o resultado obtidos em competições.  Espaço aberto para todas as modalidades praticadas no Amazonas, se você quer uma reportagem entre em contato conosco.