O voleibol é o segundo esporte mais praticado no Brasil
O voleibol é o segundo esporte mais praticado no Brasil. O esporte se tornou popular em todas as regiões do país e recebe posição de destaque entre as preferências esportivas nacionais. As seleções brasileiras de vôlei, tanto feminina quanto masculina são frequentemente vencedoras em diversos campeonatos.

Essas são apenas algumas das informações que justificam a importância de conhecer e entender as posições dos jogadores em quadra, especialmente qual a função do líbero no voleibol. Se você também quer entender melhor sobre o assunto, fique conosco!

O que é o líbero no vôlei?

O jogo de vôlei só se desenvolve a partir de uma boa recepção dos saques e dos ataques. É para isso, principalmente, que o líbero está em quadra. Essa recebida de bola é sua especialidade. Portanto o aumento da duração dos rallys se deve, especialmente, pela habilidade do líbero.

Você deve estar acostumado a se lembrar do líbero como aquele baixinho ou baixinha perto dos gigantes em quadra. Como você pode perceber, esses atletas dispensam uma característica básica em relação aos demais jogadores: a altura, especialmente porque eles não participam das estratégias de ataque.

De acordo com a Federação Internacional de Vôlei, o líbero é um jogador especializado na defesa do time. Uma equipe pode optar por jogar com um ou dois líberos e alternar entre eles durante a partida. Sua designação é atuar na linha de trás.

O que é permitido para o líbero?

Existem várias determinações do que o líbero pode e não pode fazer. Entre as suas permissões estão:

  • substituir qualquer jogador na linha de trás;
  • ser trocado ilimitadamente;
  • defender, com toques ou manchetes, em qualquer lugar da quadra;
  • levantar para atacante, desde que esteja atrás da linha dos três metros;
  • passar a bola (sem atacar) para o outro lado, desde que esteja na zona de defesa.

O que ele não pode fazer?

Se os itens anteriores são o que o líbero pode fazer, entenda o que ele está proibido de executar durante o jogo:

  • finalizar um ataque se a bola estiver mais alta que a rede;
  • dar um passe para ataque de um jogador que está posicionado atrás dele;
  • sacar;
  • bloquear ou mesmo tentar bloquear;
  • ser o capitão;
  • ocupar as posições de rede.

Como funciona a participação no rodízio?

As posições de rede (2, 3 e 4) não podem ser ocupadas pelo líbero. Portanto, em situações de rodízio, quando o líbero chegar à posição 4, que é a de entrada da rede, deve ser substituído por um jogador de ataque. Dessa forma, no momento em que for finalizada a jogada, ele pode voltar a substituir outro jogador que esteja nas posições 1, 6 e 5.

Quais são as regras em caso de lesão ou expulsão?

O ideal é que uma equipe sempre seja registrada com dois líberos. No entanto, quando houver só um na súmula e, por ventura, ele não puder seguir jogando, o treinador pode designar outro jogador para assumir a posição. É o que acontece tanto nos casos de lesão quanto nos casos de expulsão.

Ainda, é importante salientar que o jogador que assumirá a posição de líbero, nesse caso, não pode ser aquele que havia sido substituído por ele na última troca. Também, depois da alteração do líbero principal, ele não poderá mais retornar à partida.

Caso o líbero substituto também sofra lesão ou seja expulso, o técnico fica autorizado a indicar outro jogador para assumir a posição.

Como é feita a escolha dos líberos no time de vôlei?

Agora que você já conhece qual a função do líbero no voleibol, o que ele pode e o que não pode fazer, como funciona a sua participação no rodízio e os procedimentos em caso de lesão ou expulsão, deve estar se perguntando como o treinador escolhe o melhor atleta para assumir essa posição, não é mesmo?

Bem, os critérios de seleção de um líbero não são os mesmos dos demais jogadores. Como você viu, essa é uma posição de defesa e proibida de jogar na rede, por isso não exige que o atleta tenha uma altura elevada, característica essencial para um bom bloqueio ou ataque, por exemplo.

Em contrapartida, o técnico procura por habilidades específicas para esse jogador, como velocidade, domínio na recepção da bola e resistência. Inclusive, os treinos são baseados nisso: na capacidade do atleta de realizar as mesmas ações repetida e rapidamente, aprimorando seus reflexos e o seu condicionamento físico, para que seu desempenho não caia durante o jogo.

Além disso, o líbero deve ser um profissional atento, com movimentos firmes. É sua a função de recepção das bolas, seja no saque ou no ataque do time adversário. Por isso, são investidos naqueles profissionais com uma rápida movimentação nos pés. Se a defesa falhar, dificilmente o restante da jogada será construída.

O conhecimento das regras também é um critério essencial, já que as substituições devem ser rápidas e atender a normas bem específicas, como o local de entrada e saída do líbero em quadra. Ainda é preciso estar concentrado para não realizar movimentos de ataque nas posições indevidas e respeitar o espaço da quadra determinado para esse jogador.

Uma penalidade ou expulsão pode custar caro para o time em função de pontos perdidos e queda na qualidade das jogadas. Geralmente, o líbero titular é uma peça-chave para a equipe. Perdê-lo durante uma partida pode impactar fortemente o desempenho do grupo.

Fora as características específicas que devem ser buscadas em um bom líbero, é importante atentar a traços comuns para quaisquer jogadores, como:

  • força de vontade;
  • determinação;
  • disciplina;
  • foco;
  • comprometimento;
  • talento.

Inclusive, é válido salientar que, embora alguns atletas nasçam com certa facilidade para alguns esportes, o alto desempenho esportivo é conquistado pelo treinamento de habilidades específicas, que podem ser melhoradas com o tempo. Portanto os treinos são algo imprescindível para formar bons jogadores de vôlei.

Entender o objetivo de cada função no vôlei é muito importante para quem trabalha como educador físico e para quem pratica o esporte. É interessante entender cada regra e as incumbências de cada posição para aproveitar as pessoas mais qualificadas nelas. Como você viu, nem todos os jogadores precisam ter as mesmas habilidades.

Fonte: blog.unisportbrasil.com.br

Alternativa Sports, valorizando o esporte amazonense.

https://www.alternativasports.com/site/wp-content/uploads/2020/06/líbero.jpeghttps://www.alternativasports.com/site/wp-content/uploads/2020/06/líbero-150x150.jpegmasterDestaquesEsportes OlímpicosO voleibol é o segundo esporte mais praticado no Brasil. O esporte se tornou popular em todas as regiões do país e recebe posição de destaque entre as preferências esportivas nacionais. As seleções brasileiras de vôlei, tanto feminina quanto masculina são frequentemente vencedoras em diversos campeonatos. Essas são apenas algumas...Aqui você fica por dentro de tudo o que acontece no cenário esportivo amazonense, com vídeos, fotos e reportagens.   Com um trabalho feito através de nossas ferramentas de veiculação, levamos até você caro leitor o máximo de informações possível e valorização de nossos atletas em suas diversas modalidades trazendo o resultado obtidos em competições.  Espaço aberto para todas as modalidades praticadas no Amazonas, se você quer uma reportagem entre em contato conosco.