Primeiros faixas pretas de Pró-Taekwondo do Amazonas

O Pro-Taekwondo Brasil é uma vertente do Taekwondo coreano, criada pelo Grão-Mestre, Josival Aguiar do estado de São Paulo, 9º Dan da modalidade e professor de Educação Física. Frequentemente praticado como Defesa Pessoal, fonte de condicionamento físico geral ou como esporte de contato pleno.

Surgiu em 2015, no Estado de São Paulo. Nesse período, o Grão-Mestre Josival Aguiar, estava decepcionado com as regras do esporte, que por algumas vezes foi vaiado nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2014, por isso, resolveu testar competições abertas, nas quais o nocaute não era apenas liberado, como também incentivado.

Grão-Mestre Josival Aguiar no exame de faixa preta da federação Paulista de Pró-Taekwondo Brasil

Foi criada, então, a Liga Nacional de Pro-Taekwondo Brasil (LNPTB), com o objetivo de promover e divulgar o Pró-Taekwondo Brasil, por todo o país.

O fundador da LNPTB, Grão-Mestre Josival Aguiar, juntamente com outros mestres de São Paulo, organizaram o primeiro campeonato paulista em 2020, com premiação incomum na época, devido ao fato de envolver dinheiro. A ideia de um atleta de Taekwondo ser pago para competir era considerada incomum pela maioria.

O campeonato foi realizado em 22 de março de 2020, na cidade de São Paulo, Brasil. Nas primeiras competições, as regras não eram claras e a divisão por peso ainda não estava definida.

Para mudar este conceito, o presidente da LNPTB, juntamente com sua diretoria, nomeou o mestre Rizoney Rocha, do estado do Amazonas, para o cargo de Diretor Técnico e Arbitral.

O novo diretor reformulou o regulamento de competição em conjunto com a diretoria, foram criadas as categorias de peso, em igualdade de condições a todos os participantes.

É um moderno sistema de combate desportivo, no qual se utiliza as mãos, pés, projeção e finalização no solo, o sistema está dividido em duas categorias.

Categoria Amador

Na categoria amador os atletas competem em sistema de eliminatória simples ou lutas casadas, as regras visam a proteção dos competidores, nessa categoria apenas faixas coloridas podem competir.

Os equipamentos obrigatórios de proteção são capacete com grades, protetor de tórax, protetor bucal, luva de 14 oz, caneleira e protetor genital, além do uniforme nas cores azul e vermelho. Na disputa são permitidos, todos os socos (inclusive no rosto) chutes nas pernas e joelhadas.  

Categoria Profissional

Na categoria profissional, somente competidores faixas pretas são permitidos, cada atleta realiza uma luta por evento, as regras são de contato pleno.

As atletas Amanda e Samona na disputa pelo título paulista do Pró-Taekwondo Brasil

Os equipamentos de proteção obrigatórios são, short, protetor bucal, protetor genital, luva de 6 ou 8 oz. Na disputa são permitidos todos os socos, chutes, joelhadas, cotoveladas, projeção ao solo e finalização. No Pro-Taekwondo Brasil, as lutas no solo, são permitidas apenas técnicas de finalização, atacar ao adversário enquanto este estiver no solo, o competidor será desclassificado.

O Pro-Taekwondo Brasil, embora tenha sua origem no Taekwondo coreano, criado por praticantes desta modalidade no Brasil, adeptos do Karate, Luta Livre, Muay Thai, MMA, e qualquer outra modalidade podem participar, desde que faça parte de uma associação filiada e reconhecida pela LNPTB e obedeça às regras de competição.

O tempo de disputa da categoria amador são de dois ou três rounds de 2 minutos por um de descanso, enquanto que o profissional são três rounds de cinco minutos por um de descanso, em caso de disputa por cinturão, serão cinco rounds de cinco minutos por um minuto de descanso cada round.

Presidente e criador da Liga Nacional de Pró-Taekwondo Brasil, Grão-Mestre Josival Aguiar

As disputas podem acontecer em tatame aberto, como as tradicionais competições da modalidade, dentro de ringues ou cage, que são muito conhecidos como octógonos.

A vitória dos atletas, em ambas as categorias se dar pelo domínio do combate e contundências nos golpes aplicados, com isso, o atleta que mais atacar na luta, não é necessariamente o vencedor da disputa.

Assim como no Boxe, as disputas iniciam com a contagem de 10×10 e ao final de cada round, o competido que obtiver maior domínio e contundências nos golpes, vence o round.

Nos dias 21 e 22 novembro deste ano, acontecerá o segundo Seminário Nacional, Técnico e Arbitral. O evento será realizado em Recife Pernambuco, ministrado pelo criador do sistema Grão-Mestre Josival Aguiar e com apoio do Grão-Mestre Valdir, presidente da federação Pernambucana da modalidade.  

Dando continuidade aos eventos e a expansão do Pro-Taekwondo Brasil, no dia 28 de novembro, será realizado no Amazonas, a primeira edição do Amazonas Open de Pro-Taekwondo Brasil. Serão 20 lutas no card, entre elas duas disputas de cinturão nas categorias até 80kg e até 90kg e três lutas profissionais iniciantes, essa será a primeira competição a utilizar as novas regras do esporte.

Grão-Mestre Márcio Luíz, vice-presidente da LNPTB

A modalidade com cinco anos de existência, conta com representantes em quase todos os estados brasileiros, abaixo veja a relação de filiados a Pro-Taekwondo Brasil e junte-se a essa grande família.

Amazonas

Representante Oficial:

Rizoney Rocha, 4ºDan

Presidente da Federação de Pró-Taekwondo Brasil do Estado do Amazonas

  • Dhiego Alexandre, 3º Dan
  • Edgar Magalhães, 2º Dan
  • José Alberto, 1º Dan
  • Thaise Gandra, 1º Dan
  • Leandro Anhês, 1º Dan
  • Magno Raposo, 1º Dan
  • Adriel Palheta, 1º Dan
  • Wellyngton Marat, 1º Dan
  • Raimundo Nonato, 1º Dan
  • Carlos Alberto dos Santos Belém, 1° Dan

Betin – Minas Gerais

Representante Oficial:

Eustáquio Fernandes Muniz 7º Dan

  • Juliano Soares, 2º Dan
  • Edilamar Pinheiro Cangussu Muniz, 1º Dan
  • Dagno Melo, 1º Dan
  • Felipe Mestre de Pro-TKD
  • Aglar de Pro-TKD

Timon – Maranhão

Representante Oficial:

José Soares, 4º Dan

Parobé – Rio Grande do Sul

João Machado, 4º Dan

Londrina – Paraná

Representante Oficial:

Donizetti Bruno, 4º Dan

Presidente da Federação Paranaense PRÓ TAEKWONDO IMPACKTUS BRASIL

Distrito Federal – Brasília

Representante Oficial:

Gláucio soares da Silva 5° Dan

Porto Alegre – Rio Grande do Sul

Representante Oficial: Leonardo Barbos 7° Dan

Presidente da Federação Gaúcha de PRÓ TAEKWONDO IMPACKTUS BRASIL

Nova Santa Rita – Rio Grande do Sul

Representante Oficial:

Emerson Cidal Nobre 6 °Dan

Teresina – Piauí

Representante Oficial:

Valterlí Melo – 4° Dan

Estância Velha – Rio Grande do Sul

Representante Oficial:

Ricardo Bruno – 4° Dan

Petrolina – Pernambuco

Representante Oficial:

José Ivanildo de Alencar – 5° Dan

Rio de Janeiro – RJ

Representante Oficial:

Gilvan Menezes – 5° Dan

Presidente da Federação de Pró TAEKWONDO do Estado do Rio de Janeiro

Natal – Rio Grande do Norte

Representante Oficial:

Giancarlo Lucena – 5° Dan

Presidente da Federação de PRÓ TKD BRASIL do Rio Grande do Norte

Petrolina – Pernambuco

Representante Oficial:

José Carlos Soares da Silva – 7° Dan

Presidente da Federação Paulista de Pró TKD Brasil

  • Sandra Maria da Silva, 1º Dan

Rizoney Rocha;

Alternativa Sports, valorizando o esporte amazonense.

https://www.alternativasports.com/site/wp-content/uploads/2020/08/84185128_1593922937425562_155415212671893504_n.jpghttps://www.alternativasports.com/site/wp-content/uploads/2020/08/84185128_1593922937425562_155415212671893504_n-150x150.jpgmasterArtes MarciaisDestaquesO Pro-Taekwondo Brasil é uma vertente do Taekwondo coreano, criada pelo Grão-Mestre, Josival Aguiar do estado de São Paulo, 9º Dan da modalidade e professor de Educação Física. Frequentemente praticado como Defesa Pessoal, fonte de condicionamento físico geral ou como esporte de contato pleno. Surgiu em 2015, no Estado...Aqui você fica por dentro de tudo o que acontece no cenário esportivo amazonense, com vídeos, fotos e reportagens.   Com um trabalho feito através de nossas ferramentas de veiculação, levamos até você caro leitor o máximo de informações possível e valorização de nossos atletas em suas diversas modalidades trazendo o resultado obtidos em competições.  Espaço aberto para todas as modalidades praticadas no Amazonas, se você quer uma reportagem entre em contato conosco.